EPIC GAME JAM !!!

EPIC GAME JAM !!!

Em ABRIL, ocorrerá o maior evento de desenvolvimento de jogos independentes de 2017!

A Epic Game Jam segue o princípio de uma Jam normal, porém muito mais ÉPICA!

Com um caráter um pouco mais competitivo, você terá que criar não apenas um jogo, mas um projeto!

Não basta fazer o game, tem que pensar no marketing e business dele.

Sabemos que não é fácil, por isso contará com mentores experientes das mais diversas áreas.

Cada JAM regional terá duas equipes vencedoras, que serão convidadas a apresentar o seu projeto na Geek & Game Rio Festival, para milhares de pessoas.

Os grandes vencedores nacionais receberão diversos prêmios e uma ajuda pesada para fazer desse jogo uma realidade!

As JAMS ocorrerão simultaneamente em 6 capitais do Brasil, nos dias 14,15 e 16 de abril, com a grande final na GGRF (Rio), nos dias 21,22 e 23.

Continuar lendo “EPIC GAME JAM !!!”

Brasil deve liderar setor de games na América Latina em 2017, calcula PWC

infochpdpict000065001765

Da ficção dos magás japoneses às histórias em quadrinhos de super-heróis para a economia real. Os games, ou jogos eletrônicos, movimentaram US$ 1,6 bilhão (R$ 4,9 bilhões), em 2016, no Brasil, e o país já deve ultrapassar o México, este ano, e alcançar a liderança do mercado na América Latina. O segmento de games deverá crescer 13,4% ao ano até 2020, considerando-se a venda de jogos (softwares), a publicidade e as chamadas microtransações, que são os gastos dos consumidores dentro dos jogos.

Segundo dados da consultoria PWC, no mercado de entretenimento e mídia, o de game é o segundo que mais cresce, atrás apenas da publicidade na internet. Entre os fatores que estimularam a expansão estão o barateamento dos equipamentos e a inauguração de fábricas no país, impulsionadas pelo incentivo tributário e o tamanho do mercado.

— Importar estava ficando muito caro, e as fábricas avaliaram que era mais barato produzir no Brasil. Os custos para o consumidor ficaram mais baratos. O Playstation entrou no Brasil custando R$ 4 mil. Hoje, você acha por R$ 1.300 — observa Alexandre Eisenstein, sócio da consultoria PWC.

Continuar lendo “Brasil deve liderar setor de games na América Latina em 2017, calcula PWC”